Tudo o que você precisa saber sobre a celulite

Um guia completo sobre a celulite, o “efeito casca de laranja” mais indesejado pelas mulheres. (Créditos: Google).

Vamos bater um papo sobre a celulite? Aqui vamos desvendar todos os segredos e motivos de surgimento dos “furinhos” na nossa pele. Além disso, vamos te ajudar a solucionar esse problema de uma maneira que seja perfeita para você! Vem comigo desvendar todos os segredos por trás desse incômodo.

O que é a celulite

Celulite é o nome popular de lipodistrofia ginoide, que nada mais é que uma alteração causada pelo acúmulo de gorduras, águas e toxinas nas células, fazendo com que os adipócitos (células) fiquem inchados. Com o inchaço, há uma deficiência na circulação local e, consequentemente, a drenagem linfática natural do corpo se torna insuficiente.

É caracterizada pelo aspecto ondulado da epiderme em algumas áreas do corpo que tendem a ser onde a gordura está sob influência do estrógeno (hormônio feminino), como nos quadris, coxas e nádegas; também pode ser observada nas mamas, parte inferior do abdômen, braços e nuca.

O problema afeta cerca de 95% das mulheres após a puberdade, de todas as etnias, embora seja mais comum entre as de pele branca. Não é considerada uma doença, contudo é uma preocupação estética para muitas mulheres. A obesidade não é uma condição necessária para a sua existência, tanto que há mulheres magras com celulite.

Principais causas da celulite

Sedentarismo e má alimentação – a falta de exercícios físicos aumenta o acúmulo de gordura, principalmente em pontos localizados, onde a celulite começa a aparecer.

Genética – observe seu histórico familiar, se mãe ou avó possuem, a probabilidade de você ter é enorme.

Hormonais – os inchaços provocados pela retenção de líquido normalmente pioram com o uso de anticoncepcional, ou reposição hormonal com estrogênio ou progesterona. Algumas disfunções hormonais naturais do corpo também podem ajudar a causar a celulite.

Má circulação sanguínea – o fluxo de sangue é responsável também pela eliminação de toxinas e gorduras do corpo. Quando essa função é afetada, as impurezas ficam presas às células.

Graus da celulite

A celulite aparece em diferentes graus, do mais leve ao mais grave:

Grau 1 – as ondulações ou irregularidades só são visíveis quando a pele é apertada. Existe uma alteração do tecido adiposo, mas que não compromete a circulação.

Grau 2 – alguns furos, ondulações e depressões visíveis somente apalpando, com endurecimento do tecido, mas ainda sem dor. Há alteração circulatória, o sangue e a linfa ficam represados com as toxinas.

Grau 3 – já mais visível e profunda, com ondulações e depressões aparentes mesmo sem apalpar e que podem causar dor e até mesmo micro varizes e cansaço nas pernas. Esse já é o estágio “casca de laranja”.

Grau 4 – muita celulite à mostra, ondulações, rugosidades, depressões e vasos comprometidos visivelmente. Às vezes, aparecem caroços e a pele pode doer. Essa é a fase mais grave.

Como a Sociedade Brasileira de Dermatologia mede os graus

As dermatologistas brasileiras Doris Hexsel, Camile Hexsel e Taciana Dal forno desenvolveram o método “Cellulite Severity Scale” onde são medidos os graus de celulite. Essa nova classificação avalia de forma mais objetiva e já é reconhecida internacionalmente. São elas:

– Número e profundidade de depressões;

– Aspecto das áreas elevadas da celulite;

– Presença de lesões elevadas;

– Presença de flacidez;

– Graus da antiga classificação.

Cada um dos itens acima recebe uma pontuação de zero a três. A soma total dos pontos vai mostrar se a celulite é:

– Leve (1 a 5 pontos);

– Moderada (6 a 10 pontos);

– Grave (11 a 15 pontos).

A utilização dessa nova escala define com maior precisão os graus de celulite, levando em consideração os detalhes clínicos mais relevantes para cada paciente. Além disso, de acordo com a nota de cada característica, já é possível determinar como deve ser o tratamento mais eficaz.

É importante ressaltar que alterações alimentares e no modo de vida ajudam muito no tratamento conta a celulite e flacidez. É preciso reduzir o consumo de açúcar e gorduras, tomar muita água e praticar exercícios físicos, como os aeróbicos, que ajudam na redução da gordura corporal, ou a musculação, que auxilia para a firmeza da pele.

Semlulite para resolver seus problemas

Preocupada com a melhora da sua autoestima, a Yep Cosméticos desenvolveu um produto revolucionário no Brasil, um creme-gel que elimina a celulite, gordura localizada e flacidez. O Semlulite possui mais de 20 ativos eficazes contra a celulite e tem ação imediata desde a sua primeira aplicação, trabalhando na reposição de colágeno, nutrição e hidratação da pele.

Com a maior concentração no mercado, são 150g de gel, o Semlulite possui embalagem econômica press-and-go que permite a saída do produto sem desperdícios e a avançada tecnologia Blue Massage, que evita o contato do gel com as mãos, o que pode oxidar os princípios ativos.

Para o usar o Semlulite 2x ao dia, de manhã e à noite. Após aplicar o produto, aguarde 15 minutos para que a pele possa absorver o produto por completo!

Gostou? Deixa seu comentário aqui pra gente.

Para mais informações e novidades, siga a Yep Cosméticos nas redes sociais.

Forte abraço e até a próxima.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *